Curta e compartilhe!

Dizem que “o proibido é sempre o mais apetecido”!

Eu discordo…

Por exemplo amor proibido… não se escolhe, nem se deseja apaixonar por ninguém, apaixona-se e pronto! Mas porque é que existe amor proibido?? Se ele é proibido?? Quem é que o inventou? Quem o inventou devia de ser muito parvo, ou masoquista!

Na minha opinião áh tres tipos de amor:

-O amor corresponddido;
-O amor não correspondido;
-O amor proibido;

O amor correspondido: quando tudo está bem…é amar e ser correspondida nesse amor, é o que todos sempre querem…quem é que não quer dar amar e ser amado?!;

O amor não correspondido: é na minha opinião o pior de todos. É amar sem ser amada, ás vezes pensamos que a pessoa que amamos também nos ama e está tudo bem, mas á outros momentos em que voltamos á realidade e percebemos que a pessoa que amamos não nos ama e tudo não passou de uma envação da nossa cabeça, e ai o mundo fica virado do avesso, mas depois de algum tempo de choro, voltamos á fantasia e queremos acreditar que nos ama… Considero este amor pior por uma razão:

– Quando a pessoa que amamos não sabe que sentimos esse sentimento forte por ele(a), é pior…pois nós para nos aproximar-mos daquilo que queremos fazemos tudo até ele(a) ouvilo(a) e gabare da namorada(o) que têm, e começam a falar como se ele(a) fosse a única coisa que lhes importa-se, o resto do mundo é indiferente! Ai sorrimos, sorrimos sem vontade…
– Quando o encontro termina, só nos apetece chorar, chorar, para melhor ficar, mas quanto mais choramos, mais nos apetece chorar…depois de sermos ouvintes das histórias de amor da pessoa que amamos não é de esperar que o sentimento que revelamos é a tristeza. Ás vezes eu me pergunto: “é possivél amar outra pessoa, amando esta??” Ainda não descobri a resposta a esta pergunta, mas ela deve de estar algures no meu coração…
– Quando as pessoas pensam que ainda á esperanças de poder ficar ao lado do seu amado(a), é mais dificil…e ainda mais dificil se apaixonar de por outra pessoa, pois o seu coração está virado para uma só pessoa…

Amor proibido: o amor proibido não é assim tão doloroso…é só por dizer que no amor proibido, á sempre duas pessoas que se amam, mas que simplesmente não podem demonstrar o amor que sentem um pelo outro, pois algo os está a proibir…mas quando o amor é mais forte tudo supera…

Eu já vivi dois tipos de amores… 1º- Amor proibido: quando amava uma pessoa mas que, como já disse não podiamos demosntrar aquilo que sentiamos, e para ser franca, o nosso amor não era assim tão forte se não tinha sobrevivido á distância que áh entre nós… 2ª-Amor não correspondido: quando eu ainda me recompunha de o meu primeiro desgosto amoroso, apareceu uma pessoa pela qual eu me apaixonei, mas só um ano depois eu me começei a aperceber que o amor que sinto não me é correspondido, pois o coração da pessoa que amo/amei?! já está ocupado, e não é comigo…fiquei chateada e irritada á brava!

Quem é que se quer apaixonar por uma pessoa que não corresponde a esse amor, estando ainda a recompor-se de uma separação recente?? Ninguém, (calculo eu)…ninguém gosta de sofrer! Eu faço aquele papel de parva que referi acima, pois ainda tenho esperanças de algum dia ter algo mais sério com a pessoa que amo, eu sonho muito alto, mas quanto mais alto sonhar, maior é a queda!

Mas não passam de sonhos, de esperanças…nunca sei quando me ama de verdade ou me vê só como uma amiga…o lado negativo de se estar apaixonado é que nunca conseguimos ver se a pessoa que amamos nos vê como amigo ou mais que isso…mas só o tempo o dirá…

Tento esquecer aquilo que me põe um sorriso na cara todos os dias, e tentar me apaixonar de novo por pessoas que me posso corresponder com o mesmo sentimento, que me amem pelo que eu sou… Acho que é impossivél me voltar á apaixonar…

O meu coração já está lotado! Mas nunca, digas nunca!

(Visitado 875 vezes, 1 visitas hoje)