Curta e compartilhe!

Sou gente e como tal exijo respeito! Não nasci da barriga de um boi, muito menos fui exposta no varal para pegar sol e nem me recordo de ser servida em prato de churrasco algum.Em suma, não sou um mero pedaço de carne. Sou gente, sinto, reflito, penso e, sobretudo porque penso não admito que me chamem de gostosa ao andar pela rua, nem que me elogiem pelas minhas carnes, não vou lhes servir até palitarem os dentes.
Algumas mulheres sentem aumento da auto-estima quando levam cantadas, mesmo que grosseiras. Para mim creio que são solitárias ou com baixa valorização de si mesmas e atendem aos chamados mais grosseiros por não terem em que se sustentar. Doeu? Machucou? Um mero pedaço de carne não tem sentimentos, lembra? Então aceite as consequências de ser um reles pedaço servido em churrascaria.
Se querem elogiar, usem palavras no mínimo decentes. Cantadas nem sempre são indesejadas, mas com ignorância serão sempre rechaçadas – pelo menos por quem tem cérebro além de coxas e bumbuns e, garanto que vale a reflexão se serão estas que gostarão de dividir cada refeição pelo resto de suas vidas.

(Visitado 276 vezes, 1 visitas hoje)